revista puc minas

Meio Ambiente Incentivo à coleta seletiva

IMG_4630
O presidente da Ação Reciclar, Luís Antônio da Silva, ressalta a importância da parceria com a PUC Minas para organização e crescimento da cooperativa

Estudantes promovem campanha e cursos para cooperativa de reciclagem de resíduos sólidos em Poços de Caldas

A preocupação em preservar o meio ambiente parece distante quando o assunto é reciclagem e descarte adequado do lixo urbano. Apesar de os termos serem conhecidos entre os brasileiros, apenas 18% dos municípios do País realizam coleta seletiva, de acordo com o Instituto de Pesquisa Aplicada (Ipea). Em Poços de Caldas, a realidade não é diferente: somente 15% do lixo são reciclados, segundo o fórum Lixo e Cidadania, criado por moradores de Poços de Caldas insatisfeitos com o tratamento dado ao lixo no município.

Com o apoio dos estudantes do Curso de Engenharia de Produção do campus em Poços de Caldas, os catadores de material reciclável da cidade buscam mudar as estatísticas do tratamento dado aos detritos no município a partir da cooperativa Ação Reciclar. Criada há quase dez anos, a cooperativa promove a coleta, a triagem, o processamento e a comercialização desses materiais e conta com a contribuição dos alunos da Universidade, que desenvolvem o projeto de extensão Produzindo Sustentabilidade. Melhoria do Processo de Reciclagem de Lixo na Cooperativa Ação Reciclar de Poços de Caldas, coordenado pelo professor Neil Paiva Tizzo. “O projeto tem como objetivo melhorar as condições de trabalho e de vida dos cooperados e também pretende conscientizar alunos, docentes e funcionários do campus sobre a importância da reciclagem de resíduos sólidos”, conta o professor.

O projeto começou em março de 2015, momento em que a cooperativa passava por uma grave crise. No ano de 2014, a prefeitura da cidade rompeu o contrato com a empresa que fazia a coleta do lixo e lançou outra licitação para contratação de nova empresa. Em decorrência disso, em um ano, as 150 toneladas de material reciclável recebidas pela cooperativa, por mês, caíram para 30. A primeira ação do projeto foi uma parceria com o Curso de Publicidade e Propaganda para a criação de uma campanha. “A ideia da campanha era conscientizar a sociedade poços-caldense para a importância de separar o lixo”, explica o professor Pablo Fernandes Viana, do Curso de Publicidade e Propaganda. Foram criados um vídeo institucional e folders para serem distribuídos em vários bairros da cidade.

O projeto também previa a capacitação dos cooperados. Para isso, foram criados minicursos ministrados por alunos do Curso de Engenharia de Produção. Um deles é o de excel. “Era muito importante que cada cooperado pudesse ter o controle de sua produção”, explica Maria Tereza Oliveira, aluna do curso e monitora do projeto. “A parceria com a PUC foi fundamental para conseguirmos nos organizar. Agora, nosso objetivo é crescer ainda mais”, afirma o presidente da Cooperativa Ação Reciclar, Luís Antônio da Silva.

Os primeiros resultados apareceram rapidamente. Em seis meses, o volume de materiais recicláveis recebidos passou de 30 para 65 toneladas. De acordo com o professor Neil Tizzo, a meta é chegar às 150 toneladas até o final do ano.

Texto
Renata Salles
Foto
Thaís Helena
Compartilhe
Fale Conosco
+Mais