revista puc minas

Testemunhos de solidariedade

PUC Minas é a guardiã da memória das Comunidades Eclesiais de Base

"O amor é a semente eterna de todas as coisas..."

Papa Paulo VI

Surgidas nos anos 1960, sobretudo em áreas rurais e nas periferias urbanas de vários países da América Latina, as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) transformaram-se em sementes de amor, expressando “uma nova forma de ser Igreja”. Como opção pastoral impulsionada por leigos, elas se fazem presentes nos setores empobrecidos da sociedade.

No início de 2016, a PUC Minas, por intermédio do Centro de Memória e de Pesquisa Histórica (CMPH), recebeu o acervo dessas entidades, até então custodiado na Universidade Católica de Brasília, tornando-se, com a anuência da Comissão Nacional Ampliada das CEBs junto à CNBB, a guardiã da documentação.

O conjunto documental foi organizado tecnicamente pelo CMPH e está acessível para consulta no site do órgão, na homepage da Universidade.

O acervo é composto por fontes históricas de variada natureza. São documentos que dão a conhecer projetos de solidariedade e de compaixão, os quais abriram janelas para sopros de esperança e que, ao reverdecerem caminhos, converteram-se em verdadeiros testemunhos de amor.

 

Página sob a responsabilidade da professora Sílvia Rachi, do Departamento de História, e coordenadora de Pesquisa do Centro de Memória e de Pesquisa Histórica da PUC Minas (CMPH). Além de viabilizar o aprofundamento da pesquisa histórica , entre outras atividades, o CMPH acumula um significativo acervo sobre a memória da Universidade.
Compartilhe
Fale Conosco
+Mais