revista puc minas

Acessibilidade e inclusão no Museu

foto-1-651
Legenda: Rafaela Alves Nunes, do Curso de Psicologia do Campus Coração Eucarístico

Um sistema de audioguia está à disposição dos visitantes do Museu de Ciências Naturais PUC Minas, promovendo ainda mais acessibilidade e inclusão. Disponível gratuitamente por meio de aplicativo, nos sistemas Android e iOS, ou por meio de equipamento que pode ser alugado no local, a tecnologia descreve as exposições e os espaços do Museu nos idiomas português, inglês e espanhol. Para deficientes visuais, além da possibilidade de utilização desse recurso, também foram produzidas algumas réplicas que podem ser tocadas durante a visitação. Para os deficientes auditivos, estão disponíveis no aplicativo e em equipamento vídeos na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

A aluna do 6º período do Curso de Psicologia, do Campus Coração Eucarístico, Rafaela Alves Nunes, conta que já havia visitado outros museus em Belo Horizonte, inclusive o da PUC Minas, mas que nunca havia utilizado esse recurso. “É uma iniciativa muito bacana, o sistema é fácil de usar e são passadas muitas informações sobre as espécies. Também achei interessante poder tocar nas peças”, diz.

Com patrocínio da Caixa Econômica Federal, por meio do edital Patrimônio Cultural, a implantação do sistema foi coordenada pela professora da PUC Minas Virgínia Simão Abuhid, do Curso de Ciências Biológicas, com a participação da equipe do Museu, em quase dois anos de trabalho. A gravação dos áudios ficou a cargo da empresa NeoCultura. O sistema foi lançado em maio de 2018.

Cursos da Saúde com auxílio de recursos 3D

foto-2-481

A PUC Minas adquiriu, neste semestre, a Plataforma Multidisciplinar com Recursos 3D, que é uma nova tecnologia para os cursos da área da saúde dos campi Betim e Contagem. O Campus Poços de Caldas também possui tecnologia semelhante. O equipamento funciona como uma mesa que exibe imagens tridimensionais do corpo humano e animal, tornando o ensino teórico e prático muito mais próximo da realidade das profissões. “É uma ferramenta que complementará as nossas aulas, trazendo uma interdisciplinaridade que fará diferença na formação acadêmica dos nossos futuros profissionais”, afirma Sílvia Cunha, responsável técnica dos laboratórios de Medicina do Campus Contagem.

A plataforma, que contém softwares com atlas anatômicos com mais de 6.500 estruturas identificadas e interativas, atlas fisiológico, modelos dinâmicos das estruturas musculares, entre outros, auxiliará aulas teóricas e práticas das disciplinas de Anatomia, Morfologia e Fisiologia. “O simulador possui ainda a possibilidade de estudar casos clínicos e exames reais de pacientes, pois permite que os professores convertam tomografias e ressonâncias magnéticas em 3D”, ressalta a coordenadora geral dos laboratórios de Ciências Biológicas e da Saúde do Campus Betim, Naneia Guimarães Borges.

PUC Minas lança pós-graduação presencial em Montes Claros

A Universidade iniciou, no 1º semestre de 2019, a oferta de pós-graduação lato sensu presencial (especialização e master) na cidade de Montes Claros. Para marcar a chegada da pós-graduação presencial no norte de Minas Gerais, o Instituto de Educação Continuada firmou parceria para concessão de 15% de desconto aos colaboradores, e seus dependentes, de instituições importantes na região como Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Montes Claros (ACI), OAB, CDL e Palimontes Papelaria.

Inovação

A Unidade São Gabriel tem profunda relação com inovação, tecnologia e empreendedorismo. Com o objetivo de difundir e promover o debate sobre novas formas do saber, do fazer e de como empreender, a Unidade realizou em abril a primeira edição da Semana de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo (Site).

O evento, que será anual, é uma oportunidade de apresentar as inúmeras ações, projetos, programas e eventos dos cursos de graduação e de pós-graduação. Além disso, promoveu também as convergências entre áreas de interesse dos cursos e o diálogo entre academia, empresas, instituições, startups, comunidades, proporcionando novas parcerias e novos saberes.

CPMEC: laboratório de ponta

foto-3-291

Com previsão de inauguração em junho deste ano, o CPMEC – Centro de Pesquisa em Motores, Emissões e Combustíveis, será um dos maiores laboratórios de pesquisa na área de motores em todo o mundo. Construído a partir de recursos provenientes da Petrobrás, Vale/Fapemig e Cemig, empresas parceiras da PUC Minas, além da contrapartida concedida pela Universidade, o Centro contará com equipamentos de ponta, possibilitando aos alunos o acesso a tecnologias avançadas, compatíveis às exigências do mercado de trabalho.

Para abrigar o centro de pesquisa, foi realizada a reforma do prédio 9, no Campus Coração Eucarístico. A obra, de porte industrial, abrange uma área de aproximadamente 1.500 m², contemplando também ampliação e adequação do pátio externo.

Diversos equipamentos como dinamômetros, videoscópio com filmadora, sistema de medição de pressão, espectômetro de massa, entre outros, foram importados para que os laboratórios do centro funcionem perfeitamente.

O CPMEC, que atenderá a todas as engenharias relacionadas ao Instituto Politécnico (Ipuc), criará mais possibilidades de experiências, aos alunos, alinhadas às necessidades mercadológicas, e para a pós-graduação, será importante para oferecer equipamentos mais sofisticados e compatíveis às pesquisas realizadas na Instituição.

Capacitação em Engenharia Aeronáutica

foto-4-132

A PUC Minas fechou uma parceria com a Dassault Systèmes, líder mundial em software de projetos 3D e em gerenciamento do ciclo de vida do produto (PLM), e com a Prosys Educacional para acesso a sistemas específicos nas áreas de aeronáutica, mecânica e mecatrônica utilizados na indústria aeronáutica. Com as ferramentas, a PUC Minas oferecerá aos alunos um conhecimento apurado de programação, de IOT (Internet das Coisas) e Inteligência Artificial. “Essa parceria nos possibilita oferecer, ao mercado de Engenharia Aeronáutica, profissionais plenamente capacitados para atender as demandas da Quarta Revolução Industrial”, diz o professor Attenister Tarcísio Rêgo, diretor do Instituto Politécnico da PUC Minas.

Além da plataforma, o Curso de Engenharia Aeronáutica conta com o Centro de Estudos Aeroespaciais PUC Minas – Tecnologia Aeronáutica. Trata-se de um complexo de laboratórios que abriga uma aeronave Learjet em plenas condições de voo.

Ambulatório de Nutrição

foto-5-51

O Ambulatório de Nutrição, do Curso de Nutrição da Unidade Barreiro, ampliou os horários de atendimento à comunidade. Criado para orientação relacionada à alimentação saudável, controle de peso e de doenças específicas, o Ambulatório passa a atender a consultas individuais e amplia os atendimentos a grupos, que já eram realizados desde a sua criação. “Estamos com grande expectativa porque poderemos englobar mais pessoas, tanto de fora quanto da nossa comunidade acadêmica, além de realizar um trabalho social de atendimento”, conta a professora Sabrina Alves Ramos, coordenadora do Curso de Nutrição da Unidade.

As novas consultas são realizadas pela nutricionista Carina Rezende Rodrigues (foto) , funcionária do Ambulatório de Nutrição, com atendimentos mensais de aproximadamente uma hora. O Ambulatório de Nutrição está localizado na Unidade Barreiro (avenida Afonso Vaz de Melo, 1200, prédio 5, sala 112), com horário de atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h. Agendamento de consultas: (31) 3328-9543.

Tecnologia e saúde

foto-6-41

Ex-alunos do Curso de Engenharia Mecânica, por meio de uma parceria com o Curso de Fisioterapia, desenvolveram uma cadeira de rodas ortostática dinâmica, adaptada a partir de um modelo de cadeira de rodas infantil comum. Trata-se do desenvolvimento de um sistema de elevação que torna possível ao usuário de cadeira de rodas permanecer em posição vertical, ou posição ortostática. “A produção do protótipo custou em torno de R$ 2 mil. No mercado uma cadeira com a mesma funcionalidade custa em torno de R$ 8 mil”, afirma o professor Claysson Bruno Vimieiro Santos (foto), do Programa de Pós-graduação em Engenharia Mecânica, orientador do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) desenvolvido pelos alunos da graduação Eduardo Lagreca Pacheco, Gabriel Bernardes Duarte e Ivan Medeiros Moura. A possibilidade de ficar na posição vertical beneficia os usuários de cadeira de rodas no que diz respeito ao equilíbrio dinâmico do corpo e à própria autoestima da pessoa que faz uso da cadeira de rodas, uma vez que propicia melhora da circulação sanguínea e a possibilidade de a pessoa ficar no mesmo nível de outras durante uma conversação.

“Os alunos criaram um sistema mecânico utilizando um recurso barato, que é o macaco elétrico, o mesmo utilizado para o içamento de veículos. A estrutura foi montada no Núcleo de Bioengenharia do Instituto Politécnico (Ipuc), que une todas as engenharias com a área da saúde para o desenvolvimento de projetos”, explica o professor Claysson. O protótipo já está em processo de solicitação de patente.

Fotos
1Raphael Calixto
2Luis Siqueira
Compartilhe
Fale Conosco
+Mais