revista puc minas

Educação Teoria aplicada à prática

Empresa júnior na PUC Minas Barreiro executa projetos para grandes empresas

Criativos, inquietos e a todo momento conectados com o mundo dos negócios. Cada vez mais, jovens empreendedores são o público-alvo de empresas que procuram por serviços diferenciados. E, para a realização de projetos de qualidade dentro das organizações, uma das grandes apostas do mercado tem sido as empresas juniores, associações civis sem fins lucrativos, formadas por alunos de cursos superiores, responsáveis por todo o funcionamento de um negócio.

Por meio delas, os estudantes colocam em prática os ensinamentos que adquirem na Universidade e, assim, oferecem trabalhos especializados para microempreendedores e empresas de pequeno, médio e grande portes, sob a tutoria de professores. “O grande legado de uma empresa júnior é quando a gente aprende em sala de aula, processa o conhecimento, leva o ensinamento para o nosso cotidiano, o executa em projetos e transforma tudo isso em um novo aprendizado”, ressalta Felipe Pereira de Luccas Xavier, aluno do Curso de Engenharia de Produção, presidente da Produção Consultoria Júnior, a PCP Jr., da PUC Minas Barreiro.

Foi exatamente por meio do que aprenderam em sala de aula que a PCP Jr. realizou serviços em diversas empresas, entre elas a Magnesita Refratários S.A. Com o objetivo de identificar os gargalos, ou seja, os problemas inerentes à produção, e propor melhorias nos procedimentos internos, os alunos simularam todo o processo produtivo da empresa nos projetos Simulação de Sistemas e Análise de Cenários, Desenhos dos Fluxos dos Processos e Modelagem em 3D. “Durante a graduação aprendemos a usar um software que foi muito útil para que pudéssemos elaborar os projetos e colocá-los em prática. Tudo o que aprendemos no curso é importante para que nós possamos aplicar aquilo que o mercado solicita, além de entender a necessidade do cliente”, conta Felipe.

Com o conhecimento adquirido na Universidade, os alunos realizaram o desenho de seis fábricas da Magnesita, com detalhes de todo o maquinário, estrutura e extensão dos locais; fizeram a representação em 3D de alguns espaços, para servirem de análise aos gestores da firma; e elaboraram a simulação de todo o processo produtivo de uma das fábricas, para otimizar decisões e economizar recursos.

Para atender as demandas da Magnesita, a PCP Jr. disputou a realização dos serviços com duas empresas reconhecidas no mercado. O engenheiro de produção da Magnesita Refratários S.A., Mateus Lage Marinho, destaca que “trabalhar com a PCP Jr. foi uma experiência muito positiva. A empresa se mostrou fiel aos cumprimentos de prazo e a tudo o que foi combinado para os serviços”. Mateus ainda conta que após a conclusão das atividades pela PCP Jr. indicou os serviços para outras filiais.

O tutor da PCP Jr. nos projetos feitos na Magnesita, professor Renato Moreira Hadad, acredita que unir os ensinamentos acadêmicos à prática é essencial para a formação profissional do aluno. “É muito difícil ensinarmos algo aos estudantes quando eles não têm contato com problemas reais do dia a dia das organizações. Por isso acho tão importante a experiência que os alunos podem ter em empresas juniores. Estar em contato com empresários os ajuda a ter uma visão real das demandas do mercado”, diz.

Além da Magnesita, a PCP Jr. também já realizou consultoria para a Coordenação de Extensão da PUC Minas Barreiro, Super Market Móveis, Morieli Festas, entre outras empresas.

Profissional diferenciado

Participar de uma empresa júnior é uma das mais ricas experiências que podem ser adquiridas durante a graduação para que alunos se tornem profissionais diferenciados, na avaliação do presidente da Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior), Andrei Golfeto dos Santos. “Quando trabalhamos em uma EJ, elaboramos projetos complexos e administramos uma empresa real. Nelas, desenvolvemos nosso aprendizado prático e aprimoramos nosso senso empreendedor”, diz. Além de o ambiente fomentar o exercício prático dos alunos, servir como complemento curricular e promover o maior contato com o empreendedorismo, as EJs também favorecem o crescimento profissional dos estudantes, contribuindo para os primeiros passos na inserção dos jovens no mercado de trabalho.

Luiza Pais Corrêa, de 24 anos, egressa do Curso de Engenharia de Produção da Unidade Barreiro, participou da PCP Jr. desde a sua criação, em 2013. No início, assumiu a diretoria do escritório de projetos, estruturando metodologias, implantando ferramentas e gerenciando equipes. Em seguida, a estudante ocupou o cargo de presidente do Conselho Administrativo. Para ela, trabalhar em uma empresa júnior é um grande diferencial para o mercado de trabalho. “As empresas reconhecem e valorizam quem já passou por essa experiência, pois ampliamos nossa visão de mundo, aprimoramos nosso pensamento estratégico, análise crítica e capacidade de resolução de problemas. Sem contar que também temos a oportunidade de implementar ideias, testar ferramentas e negociar projetos. Tudo isso foi essencial para que eu pudesse conquistar a vaga de estagiária na empresa em que trabalho atualmente”, diz.

De acordo com os últimos dados do Relatório de Identidade da Brasil Júnior, o país é o líder mundial na quantidade de empresas do segmento, ultrapassando o continente europeu. Minas Gerais é o segundo Estado que mais possui empresários juniores do país, ficando atrás somente do Rio de Janeiro. Segundo o estudo, 92% dos jovens empreendedores possuem entre 18 e 23 anos.

Saiba mais sobre a PCP Jr.

A Produção Consultoria Júnior é uma empresa júnior formada por alunos dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Sistemas de Informação, Tecnologia em Gestão Financeira e Tecnologia em Logística , da PUC Minas Barreiro.

Associada à Confederação Brasileira de Empresas Juniores, a PCP Jr. oferece serviços como logística, gestão de estoque, planejamento e controle da produção, projeto de fábrica, gestão da qualidade, simulação de sistemas e análise de cenários, gestão de processos, 5S, modelagem 3D, pesquisa de mercado, plano de negócios e análise de fluxo de caixa, entre outros, realizados por estudantes da Unidade Barreiro.

Além de microempreendedores e empresas de pequeno, médio e grande portes, a PCP Jr. também atende pessoas físicas e orienta aqueles que estão interessados em abrir seu próprio negócio.

  1. Produção Consultoria Júnior PUC Minas Barreiro
  2. Avenida Afonso Vaz de Melo, 1.200, Barreiro  – (prédio 3, sala 408)
  3. Telefone: (31) 99413-1844

As seis competências mais trabalhadas em projetos segundo os empresários juniores

  1. 1º Trabalho em equipe
  2. 2º Visão crítica e sistêmica
  3. 3º Gerenciamento de problemas
  4. 4º Delegação de tarefas e responsabilidades
  5. 5º Gerenciamento de prazos e demandas
  6. 6º Gerenciamento de metas

(Fonte: Relatório do Identidade 2015, da Confederação Brasileira de Empresas Juniores)

 

Número de empresários juniores por estado

Texto
Janaína Soares
Foto
Raphael Calixto
Compartilhe
Fale Conosco
+Mais